Abril de 2014
página 4
 
 
SINDICATO DÁ MAIS R$ 160 ESTE MÊS PARA OS TRABALHADORES DOS CONDOMÍNIOS, ADMINISTRADORAS E SHOPPINGS

     Os trabalhadores representados pelo SINDEDIF-JF (Sindicato dos Empregados em Edifícios e nas Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de Juiz de Fora) vão receber mais R$ 160,00 neste mês de abril.
     É que - além do aumento salarial que eles já estão recebendo - o Sindicato conseguiu também para esses trabalhadores um tíquete-alimentação no valor mínimo de R$ 80,00. E os condomínios, “shoppings centers” e administradoras de imóveis têm de pagar, até o dia 30 de abril, a todos os seus empregados o equivalente a R$ 80,00 do tíquete-alimentação deste mês e mais o equivalente a R$ 80,00 do tíquete-alimentação de janeiro.

Primeira reunião da negociação coletiva referente à data-base de 1º de janeiro de 2014 entre o SINDEDIF-JF e o Sindicato dos Condomínios, realizada no dia 10 de dezembro de 2013, na sede do SINDEDIF, que propôs a instituição do tíquete-alimentação para os empregados dos condomínios, administradoras e shoppings de Juiz de Fora. Da esquerda para a direita, o advogado João Batista de Medeiros, integrante do Departamento Jurídico do Sindicato trabalhista; o diretor do SINDEDIF, Francisco de Assis dos Santos Passos; o advogado do Sindicato patronal, Cristiano Tostes; o presidente do SINDEDIF, Luiz José da Silva; a advogada Regina Pontes, também do Sindicato patronal, e a presidente do Sindicato patronal, Sheila Rakauskas Pereira da Costa. (Foto: Arquivo O Combate)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quitação dos tíquetes de janeiro, fevereiro e março

     De acordo com a cláusula 10ª da Convenção Coletiva de Trabalho de 2014, celebrada no mês passado entre o SINDEDIF-JF e o Sindicato dos Condomínios de Juiz de Fora e Zona da Mata Mineira, os empregadores fornecerão, obrigatoriamente, todos os meses, a partir de 1º de janeiro de 2014, a todos os seus empregados, impreterivelmente até o dia 30 de cada mês, tíquete-alimentação no valor mínimo de R$ 80,00.
     E como a Convenção tem efeito retroativo à data-base da categoria, ou seja, 1º de janeiro, são devidos os tíquetes-alimentação referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março, os quais serão quitados da seguinte maneira: o tíquete-alimentação referente ao mês de janeiro/2014 terá que ser pago juntamente com o tíquete-alimentação referente ao mês de abril/2014; o tíquete-alimentação referente ao mês de fevereiro/2014 terá que ser pago juntamente com o tíquete-alimentação referente ao mês de maio/2014; e o tíquete-alimentação referente ao mês de março/2014 terá que ser pago juntamente com o tíquete-alimentação referente ao mês de junho/2014.
     Havendo demissão do empregado dentro do período de pagamento, o valor total do tíquete-alimentação referente aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2014, que ainda estiver faltando ser pago na data da demissão, terá que ser quitado juntamente com as verbas rescisórias.
     Portanto, vale lembrar: os trabalhadores dos condomínios, “shoppings centers” e administradoras de imóveis de Juiz de Fora vão receber mais R$ 160,00 neste mês de abril, pois vão receber o equivalente a R$ 80,00 do tíquete-alimentação de abril e mais o equivalente a R$ 80,00 do tíquete-alimentação de janeiro.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Trabalhadores devem ficar atentos

     O presidente do SINDEDIF-JF, Luiz José da Silva, alerta os trabalhadores para esta conquista do Sindicato: “Os companheiros trabalhadores devem ficar atentos. Se por acaso algum empregado não receber até o dia 30 de abril o equivalente a R$ 160,00 referente aos tíquetes deste mês e do mês de janeiro, ele deve entrar em contato imediatamente com o Sindicato para que possamos tomar as providências cabíveis”.
     O sindicalista lembra que o trabalhador pode denunciar o caso ligando para o “disque-denúncia” da entidade (telefone 3215-9461), sem precisar se identificar, bastando citar o nome do empregador, pois o Sindicato se encarrega de apurar o caso e garante sigilo total sobre a identidade do empregado denunciante.
     As denúncias dos trabalhadores podem ser feitas também na sede do Sindicato, na Avenida Getúlio Vargas, nº 828, sala 603, Centro, Juiz de Fora (MG), ou pelo site deste jornal ( www.ocombate.com.br ), clicando no espaço "FALE CONOSCO".
     Luiz destaca a importância e a necessidade da participação do trabalhador na luta não só pela conquista de melhorias e benefícios, mas também para que os empregadores cumpram as melhorias e os benefícios conquistados pelo Sindicato. “Temos que lutar sempre para conseguirmos melhorias e benefícios para a categoria, mas também temos que lutar sempre para que as melhorias e os benefícios conquistados sejam respeitados pelos empregadores. Para isso, é indispensável a participação dos trabalhadores, denunciando ao Sindicato as irregularidades dos empregadores relapsos. O tíquete-alimentação era uma antiga reivindicação da categoria. Todos os anos o Sindicato lutava por este benefício. Felizmente, neste ano a nossa luta foi coroada de êxito, pois conseguimos mais este benefício para os companheiros trabalhadores representados por este Sindicato. Agora, cabe ao trabalhador ajudar o Sindicato a zelar para que o empregador cumpra a Convenção, pois é óbvio que a entidade não tem como adivinhar se algum empregador está descumprindo a Convenção” - afirma o sindicalista.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Aumento conquistado pelo Sindicato para os empregados dos condomínios, shoppings e administradoras passou de 18%

     Com referência ao reajuste salarial conquistado em março pelo Sindicato para a categoria, conforme “O Combate” noticiou no mês passado, o presidente do SINDEDIF-JF lembra que o piso salarial dos empregados dos condomínios comerciais, centros comerciais (“shoppings centers”), administradoras de imóveis e administradoras de condomínios de Juiz de Fora passou de R$ 790,43 para R$ 853,66, enquanto o piso salarial dos empregados dos condomínios residenciais passou de R$ 746,34 para R$ 806,05.
     Mas como todos esses trabalhadores passaram a ter direito, como conquista do Sindicato, desde 1º de janeiro de 2014, ao tíquete-alimentação no valor mínimo de R$ 80,00, a remuneração mínima dos empregados dos condomínios comerciais, “shoppings” e administradoras desta Cidade passou de R$ 790,43 para R$ 933,66, um reajuste de 18,121%. E a remuneração mínima dos empregados em condomínios residenciais passou de R$ 746,34 para R$ 886,05, um reajuste de 18,72%.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"O COMBATE" NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES
2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas