Dezembro de 2012
página 2
 
 
Frentistas continuam sem reajuste salarial
O presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini (o primeiro à esquerda), participando da terceira rodada de
negociação com a Comissão Negociadora do MINASPETRO (à direita), na sede do Sindicato patronal,
em Belo Horizonte, no dia 11 de dezembro.

     O Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de  Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região - SINTRAPOSTO-MG, juntamente com outras entidades que representam os demais empregados dos postos de gasolina de Minas Gerais, voltou a se reunir com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (MINASPETRO).
     A reunião representou a terceira rodada de negociação referente à data-base deste ano para celebração de Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho da categoria para fixação dos novos valores do salário-base da classe, da cesta básica de alimentos e da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) da empresa, além do prazo de vigência do chamado "salário de ingresso".
     Após duas horas e meia de negociação, os representantes dos trabalhadores e os da classe patronal novamente não chegaram a um acordo sobre o índice de reajuste a ser aplicado aos salários dos trabalhadores, nem quanto ao novo valor da cesta básica e da PLR.
     Iniciado às 16 horas do dia 11 de dezembro, o encontro terminou às 18h30min e aconteceu na sede do MINASPETRO, em Belo Horizonte, mesmo local em que foram realizadas as duas reuniões anteriores, quando também não houve acordo após duas horas de negociação em cada reunião.
     Na primeira rodada de negociação, no dia 20 de novembro, o MINASPETRO ofereceu reajuste de 4,94% nos salários de novembro e dezembro de 2012, o que faria o salário-base da categoria passar do atual valor de R$ 670,00 para R$ 703,09, e haveria novo reajuste salarial de 2,54% em 1º de janeiro de 2013, o que significa que o salário base da classe seria de R$ 720,95 no ano que vem. Além disso, a cesta básica passaria do atual valor de R$ 55,00 para R$ 57,71 e o valor da PLR seria de R$ 504,00, dividido em três parcelas.
     Mas já na segunda reunião, no dia 27 de novembro, o Sindicato patronal retirou a sua proposta apresentada na reunião anterior e ofereceu somente 4,94% de reajuste salarial, o que faria o salário-base passar para R$ 703,09. Não haveria nenhum reajuste nos valores da cesta básica e da PLR, ou seja, a cesta continuaria com o seu atual valor de R$ 55,00 e a PLR teria o valor de R$ 520,00 para os empregados dos postos de combustíveis situados na base territorial do SINTRAPOSTO (Juiz de Fora e Região) e R$ 480,00 para os frentistas do restante do Estado de Minas Gerais.
     Segundo o presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini , a proposta do MINASPETRO apresentada na terceira rodada de negociação "foi veementemente rejeitada por todos nós, representantes dos trabalhadores, porque ela não atende às mínimas necessidades dos frentistas e representa mais arrocho salarial".
     Pela proposta patronal, haveria reajuste de 4,95% nos salários de novembro e dezembro de 2012, o que significa que o salário-base passar ia para R$ 703,16, recebendo apenas R$ 33,16 de reajuste, e haveria novo reajuste salarial de 1,05% em 1º de janeiro de 2013, de forma que o salário base passaria para R$ 710,20 no próximo ano. Nessa reunião (a terceira, vale lembrar), o Sindicato patronal não apresentou nenhuma proposta de reajuste nos valores da cesta básica e da PLR.
     Para Guizellini, as propostas patronais durante as reuniões "só foram crescendo, mas como rabo de cavalo, crescendo para baixo, pois na primeira rodada de negociação, no dia 20 de novembro, o Sindicato patronal apresentou proposta 'menos pior' do que as propostas apresentadas por ele nas reuniões seguintes, sendo que a Comissão Negociadora do MINASPETRO só foi piorando as suas propostas a cada reunião, em vez de melhorá-las, como o bom-senso e a lógica recomendam”. De acordo com o sindicalista, "não faz sentido e não tem cabimento uma das partes negociadoras regredir durante o andamento de um processo de negociação quando o correto e o lógico é avançar, pois é para frente que as pessoas andam, e não para trás, como caranguejo”. Assim, segundo Guizellini, "já houve três rodadas de negociação, mas nenhuma proposta digna de aceitação".
     Diante da dificuldade de acordo, as entidades resolveram marcar nova reunião. Os representantes dos frentistas queriam que a nova rodada de negociação fosse agendada para os próximos dias, mas o MINASPETRO disse que só podia se reunir novamente com a bancada dos trabalhadores no próximo mês, e assim o novo encontro foi marcado para o dia 10 de janeiro de 2013.
     A exemplo do que aconteceu em anos anteriores, o SINTRAPOSTO vem participando das negociações com o MINASPETRO juntamente com os outros Sindicatos de frentistas de Minas e com a FENEPOSPETRO.
     Assim, estão atuando em conjunto, com pauta unificada, as seguintes entidades que representam os empregados dos postos de combustíveis do Estado: SINTRAPOSTO-MG (que representa os frentistas de Juiz de Fora e Região); FENEPOSPETRO (que representa os frentistas onde não há base territorial de Sindicato da categoria); Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Belo Horizonte e Região; Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Uberaba e Região; e Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo, Lava-Rápido e Troca de Óleo do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    EXPEDIENTE 

Jornal fundado pelo jornalista Djalma Medeiros em 06 de julho de 1952. Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas da Comarca de Juiz de Fora sob o nº 80.
Diretor-Redator-Presidente: João Batista de Medeiros - Colaborador: M.R. Gomide (Redator de Turismo).
Redação: Rua Osvaldo Xavier de Souza, 586 - CEP 36.071-450 - Bairro: Santo Antônio Juiz de Fora - Minas Gerais - Celular: (32) 8845- 2991. E-mail: ocombate.jm@gmail.com

2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas