Dezembro de 2013
página 2
 
 

Ao término de 2013, queremos saudar e agradecer a todos os nossos distintos amigos, principalmente os companheiros associados, que lutaram ao nosso lado no decorrer deste ano, tanto nos momentos alegres quanto nas horas difíceis.
Lá se foi mais um ano de luta árdua. E Deus há de renovar as nossas forças para que possamos continuar a lutar cada vez mais, sempre em defesa dos trabalhadores, especialmente os integrantes da nossa categoria.

E queremos aproveitar a oportunidade para formular a todos os trabalhadores, em especial aos nossos associados, bem como ao povo em geral, os nossos mais sinceros votos de Feliz Natal e um Venturoso Ano Novo.


Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Papelão de Juiz de Fora

Valter Lage - Presidente e demais diretores

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Um novo ano surge no horizonte,
Renovando as esperanças de uma vida melhor.
Corramos todos à Divina Fonte
E bebamos da água viva que alivia o suor.


Esta é a mensagem com a qual queremos abraçar todas as pessoas de boa vontade, as autoridades constituídas, os senhores síndicos e as senhoras síndicas, os coirmãos sindicalistas, os contabilistas, enfim todas as pessoas, principalmente os companheiros trabalhadores, em especial os nossos associados.
Queremos também agradecer a todos que trabalharam para o fortalecimento da nossa categoria no decorrer do ano de 2013.


A todos, um Feliz Natal e Próspero Ano Novo.

São os sinceros votos do

Sindicato dos Empregados em Edifícios e nas Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de Juiz de Fora (SINDEDIF-JF)

Luiz José da Silva - Presidente
e demais diretores


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


É Natal.
Com o Menino Jesus,
Surge a esperança no coração da humanidade.
Esperança de amor.
Esperança de um mundo melhor,
Com uma sociedade mais justa,
Mais fraterna, mais solidária e mais amiga.
Sem guerra.
Com paz e espírito humanitário.


Ao ensejo do transcurso do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo e término de mais um ano, queremos agradecer penhoradamente a todos que no decorrer do ano de 2013 trabalharam e contribuíram para o fortalecimento da nossa classe, em especial aos nossos amigos associados. Aproveitamos a oportunidade para formular a todas essas pessoas, assim como às autoridades, aos trabalhadores e ao povo em geral, os nossos sinceros votos de
FELIZ NATAL e PRÓSPERO ANO 2014.

Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Juiz de Fora
(Sindicato dos Enfermeiros).


Anderson Miranda Sá Stehling - Presidente
e demais diretores

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
FRENTISTAS PODEM IR À GREVE

     Foi realizada no dia 9 de dezembro a sexta rodada de negociação dos representantes dos empregados nos postos de combustíveis de Minas Gerais (entre os quais o Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG) com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (MINASPETRO), objetivando a celebração da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria para fixação dos novos valores do salário-base da classe, da cesta básica de alimentos e da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) das empresas, além de outros benefícios.
     Iniciado às 15h30min, com uma hora de atraso causado pelo Sindicato patronal, o encontro terminou por volta das 18h30min e aconteceu na sede do MINASPETRO, em Belo Horizonte, mesmo local em que foram realizadas as cinco reuniões anteriores.
Após cerca de três horas de negociação, os representantes dos trabalhadores e os da classe patronal novamente não chegaram a um acordo sobre o índice de reajuste a ser aplicado aos salários dos trabalhadores, nem quanto ao novo valor da cesta básica e da PLR.
     O Sindicato patronal, que na reunião anterior (quinta rodada de negociação), realizada no dia 20 de novembro, havia oferecido apenas mais 1,18% de reajuste salarial, desta vez apresentou proposta ainda mais baixa, oferecendo somente mais 0,42%. Como na quarta rodada de negociação, realizada no dia 7 de novembro, o MINASPETRO tinha oferecido reajuste de 4,40%, as propostas do Sindicato patronal somadas, nas seis rodadas de negociação já realizadas, chegam ao total de 6% de reajuste salarial. Isso significaria um reajuste de R$ 43,84 no salário-base da classe, que então passaria do atual valor de R$ 730,80 para R$ 774,64; um reajuste de R$ 34,00 na PLR, que então seria de R$ 600,80; e um reajuste de R$ 3,60 na cesta básica, que passaria do atual valor de R$ 60,00 para R$ 63,60. “Ora, se nós, representantes dos trabalhadores, rejeitamos veementemente, por unanimidade, na mesma hora, a proposta patronal anterior, que oferecia apenas mais 1,18% de reajuste salarial, porque consideramos muito baixo esse índice, como poderíamos aceitar proposta inferior, oferecendo somente mais 0,42% de reajuste salarial?” – indaga o presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini. Em seguida, ele acrescenta: “A nova proposta patronal também é indecente e absurda, pois não atende às mínimas necessidades dos frentistas e representa mais achatamento salarial para uma valorosa e valiosa classe profissional que, vale lembrar, já está com a corda no pescoço há muito tempo”.
     Assim, decorridos quase dois meses da data-base da categoria (1º de novembro), os frentistas de Minas continuam em plena campanha salarial e agora já falam até em greve.
     Todos os Sindicatos que representam os empregados dos postos de combustíveis neste Estado, inclusive a Federação Nacional dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo - FENEPOSPETRO (que representa os frentistas onde não há base territorial de Sindicato da categoria), os quais estão atuando em conjunto, com pauta unificada, resolveram formar um movimento chamado de “Frente Mineira dos Frentistas”. E este movimento estará distribuindo em breve nos postos de combustíveis de todo o Estado um boletim que repudia o posicionamento do MINASPETRO no processo de negociação e conclama os trabalhadores à deflagração de uma greve por tempo indeterminado nos postos de combustíveis de Minas Gerais. “Sabemos que é muito difícil a deflagração de uma greve da categoria, mas a nossa campanha salarial continua muito difícil, sendo que agora ficou até mais difícil do que nos anos anteriores, e do jeito que as coisas estão indo, com a insensibilidade e o endurecimento do Sindicato patronal, recusando-se a conceder aos trabalhadores um aumento salarial que seja pelo menos digno, é bem provável que a categoria resolva paralisar suas atividades até que os patrões reconheçam que nós, frentistas, merecemos um salário justo e digno” – afirma Guizellini, que na sexta reunião estava acompanhado pelos diretores do SINTRAPOSTO Mauro de Oliveira Ruela e Luiz Geraldo Martinho, além do advogado João Batista de Medeiros, integrante do Departamento Jurídico da entidade.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
   EXPEDIENTE 

Jornal fundado pelo jornalista Djalma Medeiros em 06 de julho de 1952. Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas da Comarca de Juiz de Fora sob o nº 80.
Diretor-Redator-Presidente: João Batista de Medeiros - Colaborador: M.R. Gomide (Redator de Turismo).
Redação: Rua Osvaldo Xavier de Souza, 586 - CEP 36.071-450 - Bairro: Santo Antônio Juiz de Fora - Minas Gerais - Celular: (32) 8845- 2991. E-mail: ocombate.jm@gmail.com

2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas