Junho de 2012
página 3
 
 
Sindicalista mostra benefícios conquistados e oferecidos pelo SINTRAPOSTO para os frentistas

    Falando ao "O Combate", o presidente do Sindicato dos Trabalhadores  em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região -  SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini,  destacou alguns dos diversos benefícios conquistados pela entidade para  a categoria, e enfatizou: "Se por acaso  algum frentista não estiver recebendo qualquer dos benefícios que lhe  são assegurados pela Convenção  Coletiva de Trabalho da classe, que  tem força de lei, ele pode e deve ligar imediatamente para o Disque-Denúncia  do Sindicato, cujos números são  (32)3216-3181 e 3213-7565, para que possamos tomar as providências cabíveis através do nosso Departamento Jurídico".
    Guizellini disse que os trabalhadores representados pelo SINTRAPOSTO podem e devem se informar na sede do Sindicato (na Rua Halfeld, nº 414, sala 609, no Centro de Juiz de Fora) ou no blog da entidade (sintrapostomg.blogspot.com) sobre seus direitos contidos na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria e os benefícios que lhes são oferecidos pela entidade.
     Entre os benefícios apontados por Guizellini estão as seguintes conquistas do SINTRAPOSTO: 30 horas de gratificação de férias, hora extra de 60%, aumento do valor do seguro de vida em grupo e coincidência do repouso semanal do frentista com pelo menos dois domingos por mês.

Paulo Guizellini, presidente do SINTRAPOSTO-MG

 GRATIFICAÇÃO DE FÉRIAS
Este benefício é uma antiga conquista do SINTRAPOSTO. Ao entrar em gozo de suas férias, o empregado fará jus, além de outras vantagens previstas em lei, a uma gratificação que será paga de acordo com os seguintes critérios: 1) valor correspondente a 30 horas do salário básico mensal do empregado, acrescido do adicional de periculosidade, desde que tenha obtido o direito de gozo de férias de 30 dias; 2) valor correspondente a 20 horas do salário básico mensal do empregado, acrescido do adicional de periculosidade, desde que tenha obtido o direito de gozo de férias de 24 dias.

HORA EXTRA DE 60%

Este benefício também é uma velha conquista do SINTRAPOSTO. Os empregados representados por este Sindicato têm direito ao adicional de hora extra de 60%, graças à luta da entidade, que conquistou este benefício para a categoria já há muito tempo.

SEGURO DE VIDA EM GRUPO
    O SINTRAPOSTO conseguiu a elevação do valor do seguro de vida em grupo, que já existia na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria como antiga conquista do Sindicato para os trabalhadores representados pela entidade.
    Assim, agora, a Convenção Coletiva de Trabalho celebrada entre o SINTRAPOSTO e o MINASPETRO diz que as  empresas farão obrigatoriamente em favor de seus empregados um seguro de vida e acidentes pessoais em grupo observando as seguintes coberturas mínimas: a) R$ 13.000,00 (treze mil reais) em caso de morte do empregado por qualquer causa, independentemente do local da ocorrência do fato; ou invalidez permanente (total ou parcial) do empregado, causada por acidente, independentemente do local da ocorrência do fato; ou invalidez definitiva e total, causada por doença profissional, adquirida no exercício da profissão; b) R$ 6.500,00 (seis mil e quinhentos reais) em caso de morte do cônjuge do empregado por qualquer causa; c) R$ 3.250,00 (três mil, duzentos e cinquenta reais) em caso de morte, por qualquer causa, de cada filho (de até 18 anos de idade) do empregado, limitando-se a quatro; d) R$ 3.250,00 (três mil, duzentos e cinquenta reais) em caso de nascimento de cada filho(a) portador(a) de invalidez causada por doença congênita.
    Ressaltando que o seguro de vida em grupo é um benefício muito importante, Guizellini salienta que os trabalhadores não devem deixar de consultar o Sindicato sobre esse direito assegurado pela Convenção a todos os empregados dos postos de gasolina e seus dependentes. "E em caso de morte de algum companheiro frentista ou seu dependente, o Sindicato deve ser informado imediatamente pela família do falecido" - frisa o sindicalista.

REPOUSO EM DOIS DOMINGOS
    A Convenção Coletiva de Trabalho da categoria de 2010 passou a garantir a coincidência do repouso semanal com pelo menos dois domingos por mês, e não mais apenas um domingo, como era antes.
    A atual Convenção, vigente no período de 1º de novembro de 2011 a 31 de outubro de 2013, confirma esta garantia. Assim, desde 1º de novembro de 2010, os trabalhadores representados pelo SINTRAPOSTO têm que usufruir o repouso semanal em pelo menos dois domingos por mês.

OUTRAS CONQUISTAS
Guizellini ressalta que estes são apenas alguns dos muitos benefícios conquistados pelo SINTRAPOSTO para a categoria: "Há outras conquistas que também são muito importantes, pois beneficiam muito os empregados representados pelo SINTRAPOSTO".
    Em seguida, o sindicalista acrescenta:  "O SINTRAPOSTO constantemente  conquista melhorias para os trabalhadores, e temos certeza de que, com a ajuda de Deus e o apoio dos nossos companheiros  trabalhadores que  lutam ao lado da direção da entidade, ainda vamos conquistar  muitos outros benefícios para a nossa laboriosa classe profissional".

BENEFÍCIOS OFERECIDOS PELO SINTRAPOSTO
    Além dos direitos contidos na Convenção, os integrantes da categoria representada pelo SINTRAPOSTO podem usufruir vários outros benefícios da entidade. "O Sindicato oferece aos trabalhadores associados à entidade, bem como aos seus dependentes, diversos serviços e benefícios, tais como serviços médicos, odontológicos e jurídicos. Temos muitos convênios que beneficiam muito os nossos associados" - informa Guizellini, acrescentando em seguida: "Vale a pena os trabalhadores se dirigirem à sede do Sindicato para conhecer seus direitos e conferir os benefícios que lhes são proporcionados pela entidade, e também se associarem à entidade".

MORRO DA BOIADA - BAIRRO SANTO ANTÔNIO
Juiz de Fora nasceu aqui

        O Município de Juiz de Fora nasceu no Bairro Santo Antônio, antigo Morro da Boiada, que foi o primeiro povoado desta Cidade, conforme conta a História.
      "Lá pelo ano de 1837, em uma dessas manhãs que devia ter sido quente e ensolarada, os barulhentos trabalhadoresdo Eng. Henrique Guilherme Fernando Halfeld, em sua faina de abridores de estrada, rasgando o terreno em uma faixa que, de Vila Rica a Paraibuna, viria pôr em contato o sertão de Minas com o Rio de Janeiro, na algazarra alegre
de suas vozes e no martelar contínuo de suas ferramentas, vieram despertar a pacata população do lendário morro da Boiada". Assim a extinta revista "O Lince" iniciava uma matéria intitulada "Resumo histórico" em sua edição comemorativa do centenário de Juiz de Fora em maio de 1950.
       O lendário morro da Boiada, mencionado pela revista, é o bairro Santo Antônio, o primeiro povoado de Juiz de Fora. Segundo a referida revista, "em 1850 a povoação foi elevada a Vila pela lei provincial número 472, de 31/V/ 850, com a denominação de Vila de Santo Antônio do Paraibuna. O progresso continuou e pouco tempo depois era a Vila elevada à categoria de cidade".
      Ainda de acordo com "O Lince", "a instalação da nova cidade foi realizada sob pompas especiais em uma solenidade memorável no dia 7 de Setembro de 1856, sendo considerados seus fundadores: Henrique Guilherme Fernando Halfeld, o Barão de Ibertioga, o Barão de Juiz de Fora, Antônio e Manoel Dias Tostes, Cel. Mariano Procópio Ferreira Lage e Bernardo Mascarenhas".
     No dia 31 de maio, Juiz de Fora completou 162 anos de emancipação política. Parabéns, "Manchester Mineira".

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"O COMBATE" NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES
LEIA NO O COMBATE "ON LINE" AS SEGUINTES NOTÍCIAS:
www.ocombate.com.br

• CLT-Flex caracteriza fraude a direitos trabalhistas
• Bicho pago a ex-médico de time de futebol tem natureza salarial

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    EXPEDIENTE 

Jornal fundado pelo jornalista Djalma Medeiros em 06 de julho de 1952. Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas da Comarca de Juiz de Fora sob o nº 80.
Diretor-Redator-Presidente: João Batista de Medeiros - Colaborador: M.R. Gomide (Redator de Turismo).
Redação: Rua Osvaldo Xavier de Souza, 586 - CEP 36.071-450 - Bairro: Santo Antônio Juiz de Fora - Minas Gerais - Celular: (32) 8845- 2991. E-mail: ocombate.jm@gmail.com

2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas