Março de 2012
página 2
 
 
SINTRAPOSTO e MINASPETRO fecham acordo
no Ministério do Trabalho
Reunião entre o SINTRAPOSTO-MG e o MINASPETRO na GRTE/JF (Ministério do Trabalho) no dia 24 de fevereiro.
À esquerda, os representantes do SINTRAPOSTO, aparecendo em primeiro plano o presidente Paulo Guizellini. À direita, os representantes do MINASPETRO, aparecendo em primeiro plano o advogado Klaiston Soares de Miranda Ferreira e o diretor-regional
do Sindicato patronal, Carlos Alberto Lima Jacometti.

     Enfim, terminou a campanha salarial dos empregados nos postos de combustíveis de Juiz de Fora e Região. No dia 24 de fevereiro, na sede da Gerência Regional do Trabalho e Emprego em Juiz de Fora (GRTE-JF), aconteceu a quinta e última rodada de negociações entre o Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG e o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (MINASPETRO).
    Após marchas e contramarchas, finalmente os representantes dos trabalhadores conseguiram fechar acordo com o Sindicato patronal para celebração da nova Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, encerrando, assim, a campanha salarial de 2011 dos frentistas de Juiz de Fora e Região.
Segundo o presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini, “mais uma vez, foi muito difícil fechar acordo com o MINASPETRO, pois o Sindicato patronal ainda continua adotando a velha política de arrocho salarial”.
    Os representantes dos trabalhadores e os da classe patronal estavam se divergindo sobre o índice de reajuste a ser aplicado aos salários dos trabalhadores, ao valor da cesta básica de alimentos e valor da PLR – Participação nos Lucros e Resultados das empresas.
    Para que o acordo fosse fechado, foram necessárias cinco rodadas de negociação, sendo que três ocorreram na sede do MINASPETRO, em Belo Horizonte, e duas
em Juiz de Fora.
    Diante da dificuldade de acordo, os representantes dos trabalhadores resolveram pedir ao Ministério do Trabalho e Emprego, através da GRTE-JF, para mediar a negociação coletiva. Foi realizada, então, no dia 24 de fevereiro a quinta rodada de negociação, mediada pelo Chefe do Setor de Relações do Trabalho da GRTE-JF, José Tadeu de Medeiros Lima, na qual o acordo foi fechado.

O ACORDO

   Com o acordo firmado no Ministério do Trabalho e Emprego (ver ao lado a ata da reunião), ficou estabelecido que as empresas reajustarão o salário de todos os empregados em 6,78% sobre o salário vigente em 1º de Março de 2011, passando assim o “salário básico mensal” para R$ 630,00 a partir de 1º de Novembro de 2011, mas ficou estabelecido também que as empresas reajustarão novamente o salário da categoria em 6,35% sobre o salário vigente em 1º de Dezembro de 2011,
passando assim o “salário básico mensal” para R$670,00 (seiscentos e setenta reais) a partir de 1º de Janeiro de 2012.
    As diferenças salariais dos meses de Novembro e Dezembro de 2011, Janeiro e Fevereiro de 2012 e do 13o salário de 2011 serão quitadas em duas parcelas nas folhas de pagamentos dos meses de Março e Abril de 2012.
   Além do reajuste salarial, as empresas da categoria pagarão a todos os trabalhadores que mantiveram vínculo empregatício entre o período de 1º de Novembro de 2010 a 31 de Outubro de 2011, um abono de Participação nos Resultados das empresas, no valor de R$ 520,00, a ser quitado em quatro parcelas de R$ 130,00 nas folhas de pagamentos referentes aos meses de abril, maio, junho e julho de 2012.
Ocorrendo demissão dentro do período de pagamento, este abono é devido em sua integralidade.
    As empresas que integram a categoria fornecerão para todos os seus empregados, sempre no 15º dia do mês, uma “cesta básica” mensal, num total mínimo de 25 Kg de alimentos (ou então um “vale alimentação”) e num valor mínimo reajustado a partir de 1º de Novembro de 2011 para R$ 55,00.  As diferenças da cesta básica dos meses de Novembro e Dezembro de 2011 e Janeiro e Fevereiro de 2012 serão quitadas juntamente com a folha de pagamento do mês de Março/ 2012.
   A nova Convenção Coletiva de Trabalho do SINTRAPOSTO-MG (que representa os empregados dos postos de combustíveis, lojas de conveniência, lava-rápidos, estacionamentos e garagens de Juiz de Fora e Região) vigorará pelo prazo de dois anos, com início em 1o de Novembro de 2011 e término em 31 de Outubro de 2013.
Mas haverá nova negociação coletivana próxima “data-base” de 1º de Novembro de 2012, a qual irá tratar exclusivamente das cláusulas econômicas (reajuste salarial, Participação nos Lucros e Resultados das empresas e cesta básica).

Ata da reunião entre o SINTRAPOSTO e o MINASPETRO, realizada no Ministério do Trabalho no dia 24 de fevereiro,
quando foi firmado o acordo para celebração da nova Convenção Coletiva de Trabalho da categoria.
SINTRAPOSTO firma novos convênios para os frentistas

   O Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região - SINTRAPOSTO-MG firmou convênio com Pró-Família Administradora de Convênios e Faculdade FACSUN para atendimento com descontos aos trabalhadores e trabalhadoras associados ao Sindicato.
   O presidente do SINTRAPOSTOMG, Paulo Guizellini, lembra que, além desses dois convênios, a entidade possui vários outros, com médicos, dentistas, advogados e outros profissionais, bem como com diversos estabelecimentos, para prestação de serviços aos empregados sindicalizados que trabalham nos postos de combustíveis (a relação dos convênios está no blog do Sindicato: sintrapostomg.blogspot.com ).
    Maiores informações na secretaria da entidade, na Rua Halfeld, nº 414, sala 609, Centro, Juiz de Fora (MG), ou pelos telefones (32) 3216-3181 e 3213-7565.
   O SINTRAPOSTO oferece também a prestação direta de serviços jurídicos, sem necessidade de se agendar hora para isso. O atendimento é feito na sede do Sindicato pelo advogado João Batista de Medeiros, às segundas, quartas e sextas-feiras, no horário de 15 às 17h, e se destina a todos os trabalhadores, sindicalizados ou não.

2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas