Março de 2016
primeira página
 
 

Juntamente com a bancada trabalhista (à esquerda), o presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini (o 1º à esquerda), ao lado do advogado João Batista de Medeiros (o 2º à esquerda), integrante do Departamento Jurídico da entidade, participando da 8ª rodada de negociação com a Comissão Negociadora do MINASPETRO (à direita), na sede do Sindicato patronal, em Belo Horizonte, no dia 3 de março.

Até que enfim, terminou a campanha salarial de 2015 dos frentistas de Minas Gerais. Mais de três meses após a primeira rodada de negociação (realizada no dia 24 de novembro do ano passado), os representantes dos empregados dos postos de combustíveis finalmente conseguiram fechar acordo com o Sindicato patronal na 8ª rodada de negociação.

Assim, o Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG conseguiu novos benefícios para todos os empregados dos postos de combustíveis, lojas de conveniência, lava-rápidos, estacionamentos e garagens desta Cidade e da Região.

Entre os benefícios conquistados pelo Sindicato para todos esses trabalhadores estão os seguintes: aumento salarial de 12% (tanto para o piso salarial quanto para os salários acima do piso); reajuste de 22,23% no valor da cesta básica de alimentos, cujo valor mínimo passou para R$ 110,00, devendo as cestas básicas de valor superior a esta garantia mínima serem também reajustadas com a aplicação do mesmo índice (22,23%); um abono de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) das empresas no valor de R$ 660,00; aumento do seguro de vida em grupo, cujo valor passou para R$ 18.000,00; e a elevação do adicional de hora extra, que passou para 70%, sendo que a lei vigente no Brasil garante apenas 50%.

Página 2

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas