Março 2017
primeira página
 
 

O presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini (à direita, em primeiro plano), participando da 7ª reunião de negociação coletiva entre o pessoal do MINASPETRO (à esquerda) e os representantes dos frentistas de MG (à direita), realizada na Superintendência do Trabalho e Emprego (Ministério do Trabalho), em Belo Horizonte, no dia 13 de março.

     Enfim, terminou a campanha salarial de 2016 dos frentistas de Minas Gerais. Mais de quatro meses após a data-base da categoria (ocasião de reajuste salarial e concessão de outros benefícios), os representantes dos empregados dos postos de combustíveis finalmente conseguiram fechar acordo com o Sindicato patronal na 7ª rodada de negociação, realizada no Ministério do Trabalho, em Belo Horizonte.

      Assim, o Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG e as outras entidades sindicais que representam os frentistas de Minas conquistaram os seguintes benefícios para todos os empregados dos postos de combustíveis, lojas de conveniência, lava-rápidos, estacionamentos e garagens deste Estado: aumento salarial de 8,67%, reajuste do valor da cesta básica de alimentos para R$ 120,00 e Participação nos Resultados (PR) das empresas no valor de R$ 660,00.

Página 2



2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas