Novembro 2018
página 4
 
 
Campanha salarial dos trabalhadores dos condomínios tem 2ª rodada de negociação

A advogada Larissa Barata e o presidente do SINDICON, Márcio Tavares; o presidente do SINDEDIF-JF, Luiz José da Silva, e o advogado João Batista de Medeiros, integrante do Departamento Jurídico da entidade trabalhista, na 2ª reunião da negociação coletiva, no dia 29 de novembro.

    A campanha salarial dos empregados dos condomínios de Juiz de Fora, iniciada em 22 de outubro de 2018, quando houve assembleia geral da categoria, já teve, no dia 29 de novembro, a sua segunda rodada de negociação.

     A data-base (ocasião de reajuste salarial e concessão de outros benefícios aos trabalhadores com a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho) da categoria é 1º de janeiro, mas o Sindicato dos Empregados em Edifícios e nas Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de Juiz de Fora - SINDEDIF-JF, que representa esses trabalhadores, e o Sindicato dos Condomínios de Juiz de Fora e da Zona da Mata Mineira – SINDICON (entidade patronal) resolveram agilizar a negociação coletiva referente à data-base de 2019, já desencadeando o processo negocial.

     Assim, conforme “O Combate” já noticiou, aconteceu no dia 24 de outubro, na sede do Sindicato patronal, a primeira reunião da negociação coletiva do próximo ano. E a segunda rodada de negociação também ocorreu na sede da entidade patronal.

     Nas duas reuniões, o Sindicato patronal estava representado pelo seu presidente, Márcio Vinícius dos Santos Tavares, e pela advogada Larissa Barata. Já o SINDEDIF se fez representar, na primeira reunião, pelo seu diretor, Francisco de Assis dos Santos Passos, e pelo advogado João Batista de Medeiros, integrante do Departamento Jurídico da entidade. O presidente do Sindicato trabalhista, Luiz José da Silva, não esteve presente no primeiro encontro porque, na ocasião, estava se recuperando de uma cirurgia, mas participou da segunda reunião, juntamente com o advogado João Batista de Medeiros.

     Na segunda rodada de negociação, a exemplo do que aconteceu na primeira, eles debateram diversos assuntos de interesse dos trabalhadores e dos empregadores durante cerca de uma hora, mas não chegaram a um acordo sobre o índice de reajuste a ser aplicado aos salários dos trabalhadores a partir de 1º de janeiro de 2019 e nem sobre o novo valor do tíquete-alimentação.

     O presidente do SINDICON fez ponderações sobre os pedidos constantes da pauta de reivindicações que lhe foi entregue, na primeira reunião, pelo SINDEDIF-JF, e ficou de apresentar suas contrapropostas, que deverão ser encaminhadas aos representantes da categoria profissional para análise.

     Luiz salientou que a direção do SINDEDIF-JF vai examinar com os trabalhadores a possibilidade (ou não) de aceitar as contrapropostas do Sindicato patronal.

     Luiz acredita que já no final de dezembro ou, no mais tardar, até meados de janeiro de 2019, a categoria já terá a renovação da atual Convenção, com a introdução de Termo Aditivo à mesma, quando então os valores dos salários e do tíquete-alimentação dos trabalhadores representados pelo SINDEDIF-JF serão reajustados. “Isso significa que já vêm aí melhorias salariais e outros benefícios para os trabalhadores e as trabalhadoras dos condomínios de Juiz de Fora” – ressaltou Luiz, esclarecendo que a atual Convenção tem vigência por dois anos, no período de 1º de janeiro de 2018 a 31 de dezembro de 2019, mas ela determina a sua renovação por meio de Termo Aditivo na data-base de 1º de janeiro de 2019.


SINDEDIF-JF celebra acordo que beneficia diversos trabalhadores

    O Sindicato dos Empregados em Edifícios e nas Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de Juiz de Fora - SINDEDIF-JF celebrou recentemente Acordo Coletivo de Trabalho para benefício de vários trabalhadores.

     Um ACT foi firmado com o Condomínio do Independência Shopping para pagamento de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) da empresa aos empregados do Shopping.

     Na avaliação do presidente do SINDEDIF-JF, Luiz José da Silva, o acordo “é altamente positivo para os trabalhadores beneficiados pelo mesmo, já que prevê o pagamento de PLR a diversos trabalhadores, e isso é muito importante porque remunera melhor esses empregados que serão beneficiados”.

     Segundo o sindicalista, “seria ótimo se outros empregadores seguissem o bom exemplo do Condomínio do Independência Shopping e também celebrassem acordo desse tipo com o Sindicato”.


22011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas