Setembro de 2013
página 3
 
 
SINTRAPOSTO abre campanha salarial

Vai começar em novembro a negociação coletiva entre os representantes dos frentistas de Minas Gerais e o MINASPETRO (Sindicato patronal) para celebração da Convenção Coletiva de Trabalho de 2013. A foto mostra o presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini, ao lado do advogado João Batista de Medeiros, integrante do Departamento Jurídico da entidade, participando da terceira rodada de negociação com a Comissão Negociadora do MINASPETRO (à direita), na sede do Sindicato patronal, em Belo Horizonte, no dia 11 de dezembro de 2012, durante a campanha salarial do ano passado. (Foto: Arquivo O Combate)

     O Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG (que representa os empregados dos postos de gasolina, lojas de conveniência, lava-rápidos, estacionamentos e garagens da Cidade e da Região) realizou Assembleia Geral Extraordinária no dia 6 de setembro, abrindo, assim, a campanha salarial da categoria, cuja data-base (ocasião de reajuste salarial e renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da classe) é 1º de novembro.
     Durante a assembleia, os trabalhadores elaboraram, discutiram e aprovaram por unanimidade a pauta de reivindicações a ser negociada com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (MINASPETRO) e manifestaram total apoio à diretoria do Sindicato trabalhista na luta por melhorias salariais e melhores condições de vida e de trabalho para toda a categoria dos frentistas de Minas Gerais.
     O presidente do SINTRAPOSTO, Paulo Guizellini, dirigindo a assembleia, agradeceu a participação e o apoio dos presentes e ressaltou que “todos os companheiros trabalhadores, inclusive os que não puderam comparecer à assembleia, têm o dever de apoiar a direção deste Sindicato nesta hora difícil em que estamos abrindo a nossa campanha salarial de 2013 para iniciarmos brevemente novo processo de negociação com o Sindicato patronal objetivando a obtenção de um bom acordo salarial para a importante classe profissional representada pelo SINTRAPOSTO”.
     Logo depois, Guizellini afirmou: “Nós, trabalhadores, como sempre, estamos esperando, mais uma vez, que o Sindicato patronal tenha bom-senso e sensibilidade na mesa de negociação para compreender o sofrimento da nossa categoria diante da defasagem salarial”.
     Ao encerrar a assembleia, o sindicalista salientou: “Por isso, estamos aguardando que o MINASPETRO nos conceda um reajuste salarial capaz de eliminar as perdas salariais decorrentes da inflação e garantir um ganho real para aliviar um pouco o sofrimento da nossa laboriosa categoria profissional”.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"O COMBATE" NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES

LEIA NO O COMBATE “ON LINE” AS SEGUINTES NOTÍCIAS:
 
www.ocombate.com.br

• Empresa é condenada a restituir descontos indevidos no salário do empregado
• Instalação de câmeras em vestiário gera danos morais
• Empregada que tinha bolsa revistada na presença de outros empregados receberá indenização por danos morais
• Empresa deverá pagar adicional de insalubridade porque não comprovou neutralização do agente insalubre

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
2011 © Direitos reservados Jornal O Combate    -    web por: GFT artes gráficas