Campanha salarial dos frentistas tem 6ª rodada de negociação
Luta dos Sindicatos por melhorias salariais continua “a todo vapor”

O presidente do SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini (o 1º à esquerda), participando da 6ª reunião com a Comissão Negociadora do MINASPETRO (à direita), na sede do Sindicato patronal, em BH, no dia 12 de fevereiro.

A campanha salarial de 2019 dos empregados dos postos de gasolina, lojas de conveniência, lava-rápidos, estacionamentos e garagens de Juiz de Fora e Região, assim como do restante do Estado de Minas Gerais, teve no dia 12 de fevereiro a sexta rodada de negociação.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG, Paulo Guizellini, a luta da categoria em decorrência da negociação coletiva referente à data-base de 1º de novembro de 2019 continua “a todo vapor”. |Página 2|


Remuneração mínima dos empregados dos condomínios comerciais passa para R$ 1.379,36

O Sindicato dos Empregados em Edifícios e nas Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de Juiz de Fora – SINDEDIF-JF conseguiu aumento salarial, reajuste do valor do tíquete-alimentação e outros benefícios para os trabalhadores dos condomínios comerciais, residenciais e mistos de Juiz de Fora, inclusive os centros comerciais ou “shoppings centers”. A remuneração mínima (incluindo o valor do tíquete-alimentação) dos empregados dos condomínios comerciais (inclusive “shoppings”) passou para R$ 1.379,36. |Página 4|


Quem trabalhou em posto de combustíveis e não recebeu PLR deve ir ao Sindicato |Página 3|