Para Silas, 1º de Maio é dia marcante da luta dos trabalhadores

| Página 2 |

Silas Batista da Silva, presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Juiz de Fora.

Em entrevista ao jornal “O Combate”, o presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Juiz de Fora, Silas Batista da Silva, disse que o dia 1º de Maio é uma data muito especial e importantíssima para os trabalhadores e as trabalhadoras de modo geral, pois assinala a luta histórica e diária da classe operária na busca de melhorias salariais e melhores condições de vida e de trabalho. “Eu sempre entendo que é uma data que temos de comemorar porque é um divisor e uma marca, sendo um emblema de lutas que nós temos e que é sempre reforçado e revigorado no 1º de Maio”.

Para Silas, a importância do 1º de Maio reside no fato de esta data marcar um dia de luta da classe trabalhadora. “Acho o 1º de Maio muito importante porque é o dia consagrado pela História para que a classe trabalhadora possa marcar sua luta e fazer uma avaliação ou um balanço, relembrando suas diversas lutas, suas ações, e verificando onde erramos, acertamos ou avançamos” – afirmou o sindicalista.

Continuando, Silas enfatizou: “Agora, com relação às medidas governamentais, exatamente de ordem política, foram só danosas aos trabalhadores ao longo do tempo, com cassação de muitos direitos trabalhistas, como, por exemplo, a tal da reforma chamada de reforma trabalhista ou sindical, que não foi, na verdade, nem reforma trabalhista nem reforma sindical, mas sim a cassação de direitos trabalhistas e sindicais, assim como não houve reforma da Previdência, mas sim cassação de direitos previdenciários dos trabalhadores”.

Perguntado se tem algum recado para os trabalhadores, especialmente os empregados no comércio, com relação às próximas eleições, que se realizarão no dia 2 de outubro, quando o povo vai eleger deputados estaduais e federais, senadores, governadores e presidente da República, Silas respondeu: “Sim. Nós temos que aproveitar este ano, que, sendo um ano eleitoral, é o momento em que a gente pode mudar, através do voto, o estado de coisas que aí está”.

Em seguida, o líder dos comerciários fez um alerta a toda a classe operária dizendo que “os trabalhadores de modo geral, de todos os segmentos, e não só do comércio, têm que avaliar tudo e todos muito bem, sabendo que voto traz consequências, que são muito ruins quando se elege candidato ruim. E nós já temos essa experiência de sobra no nosso País”.

Finalizando, o sindicalista arremata: “Deixamos de ter representantes do povo no Congresso Nacional. Acho que temos lá representantes de bancadas. O pessoal se esqueceu do povo. Por isso, temos que saber muito bem em quem votar, escolher bem, acompanhar o mandato do candidato eleito e cobrar dele boas medidas. Então, a pessoa tem que se informar bastante e se conscientizar muito para votar só no candidato que realmente tem comprometimento com o Estado brasileiro e com a população”.

 

 


“Digno é o trabalhador do seu salário” (Evangelho de Lucas, capítulo 10, versículo 7).

Foi Jesus Cristo quem disse isso, dirigindo-se aos obreiros do Evangelho. Mas esta frase de Jesus vale também para os obreiros em geral, significando que O TRABALHADOR TEM QUE RECEBER O QUE MERECE, isto é, UM SALÁRIO DIGNO.

No Evangelho de Mateus 10.10, Jesus diz: “Digno é o trabalhador do seu alimento”.

A utilização da palavra “salário” (em Lucas 10.7) ou “alimento” (em Mateus 10.10) não muda em nada o sentido básico do provérbio, pois o salário tem natureza alimentar.

Por estas razões, apontadas pelo Mestre dos Mestres, queremos aproveitar o Dia do Trabalhador para lembrar aos empregadores e às autoridades em geral este dito do Divino Mestre.

E com estas palavras de Jesus, queremos cumprimentar fraternalmente toda a classe trabalhadora ao ensejo do transcurso do seu Dia (1º de Maio).

Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Juiz de Fora e Região – SINTRAPOSTO-MG

Paulo Guizellini – Presidente
Demais Diretores e funcionários

 

 


“Não é bom para o homem que coma e beba e que faça gozar a sua alma do bem do seu trabalho? Isto (…) vem da mão de Deus”. (Livro de Eclesiastes 2:24)

Estas palavras sagradas, pronunciadas pelo grande sábio Salomão num instante de inspiração divina, mostram que o trabalho é um direito sagrado do ser humano para garantir o seu próprio sustento e o de sua família, razão pela qual não pode ser negado a ninguém. Daí a grande necessidade da criação de postos de trabalho para que sempre haja empregos para todos.

Paralelamente a isso, é extremamente necessário que haja também, por parte dos governantes e dos empregadores, maior reconhecimento da grande importância do papel exercido pela classe trabalhadora no processo desenvolvimentista do nosso querido Brasil, de modo que sejam oferecidos salários mais dignos e melhores condições de vida e de trabalho a todos os trabalhadores, que constroem a cada dia a grandeza deste País.

Que este DIA DO TRABALHADOR seja proveitoso para um momento de meditação sobre esta mensagem com a qual queremos abraçar afetuosamente a todos os companheiros trabalhadores, especialmente os comerciários.

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE JUIZ DE FORA
A Diretoria

 

 


“O Combate”, jornal “do trabalhador para o trabalhador”, saúda a classe trabalhadora pelo transcurso do Dia do Trabalhador.